Dia do vinho brasileiro. Ah como é bom!

Dia do vinho brasileiro. Ah como é bom!

Memória afetiva é ponto de partida para campanha de 2021 que vai gerar novas experiências, levando o consumidor a se programar para vivências onde for possível, além de concorrer a kits Dia do Vinho

Dia do vinho brasileiro

Se não for um piquenique nos vinhedos, que seja no meio da sala. Se não der para curtir um jantar harmonizado num restaurante bacana, que a mesa de casa ganhe uma super produção para um delivery. Se não tiver cinema entre os vinhedos ou uma balada com as músicas preferidas, que o sofá ou a varanda se transformem no melhor cantinho para abrir um bom vinho brasileiro e brindar a vida. Esta é a pegada da campanha deste ano para o Dia do Vinho Brasileiro, em sua 12ª edição, promovido pelo Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria Região Uva e Vinho (SEGH). Com a chamada ‘Ah, como é bom!’, a ação convida as pessoas a resgatar e criar memória afetiva em torno de vivências reais possíveis. Os que postarem fotos com a #meudiadovinho concorrem a kits Dia do Vinho.  A campanha pode ser acompanhada pelas redes @diadovinhobrasileiro e @seghuvaevinho.

Serão 28 dias – de 10 de maio a 6 de junho – para relembrar e reviver de um jeito diferente, experiências gastronômicas, enoturísticas e de hospedagem. A ideia é prestigiar os estabelecimentos ligados aos setores da hotelaria e gastronomia, além das vinícolas. Durante a campanha, uma série de dicas nas redes sociais vão sugerir o que as pessoas podem fazer para brindar o Dia do Vinho Brasileiro, uma data conquistada com muito trabalho, pelo produtor de uva e pelo vinhateiro, envolvendo todo o trade turístico.

“Queremos criar um movimento com forte impacto entre os consumidores, especialmente os apreciadores de vinhos e de experiências enoturísticas e gastronômicas, que são apaixonados pela cultura do vinho, além de valorizar as diversas regiões produtoras existentes no Brasil. O mundo mudou e a gente precisa mudar junto. Vamos usufruir das boas coisas da vida em segurança. Aos poucos tudo vai melhorar e os empreendimentos mantêm os braços abertos para recebê-los”, destaca o presidente do SEGH, Vicente Homero Perini Filho.

Em relação à gastronomia, hotelaria, empresas e cada região deverão seguir os protocolos. “Nosso desejo é que tudo melhore o mais rápido possível. Informe-se qual a situação, se a flexibilização permitir, mediante cuidados, o que é possível vivenciar de experiências nos locais. Mas se isso não acontecer, podem apostar no delivery e na criatividade para viver uma experiência única onde se sentir seguro. Vamos planejar e fazer acontecer”, aposta Perini.

A ação somente está sendo possível graças ao patrocínio master do Boulevard Convention, além do Sebrae RS, das Secretarias de Turismo de Antônio Prado, Flores da Cunha, Garibaldi e Monte Belo do Sul, das vinícolas Aurora (Bento Gonçalves – RS), Campestre (Vacaria – RS), Geisse (Pinto Bandeira – RS), Góes (São Roque – SP), Guatambu (Dom Pedrito – RS), Pizzato (Bento Gonçalves – RS) e Garibaldi (Garibaldi – RS) e da Giordani Turismo.

Como participar

Poste em suas redes fotos de suas experiências com a #meudiadovinho e concorra ao sorteio de diversos kits Dia do Vinho.

O primeiro passo é comprar um vinho brasileiro, seja no varejo das vinícolas, nos restaurantes, lojas ou através do e-commerce. Depois, a dica é programar a experiência, escolhendo o que mais lhe agradar.  Uma das sugestões é degustar o seu vinho assistindo ao filme ‘Legado Italiano’, com direção e roteiro da jornalista Márcia Monteiro. Uma obra com cenas no Brasil e na Itália, o documentário, com coprodução da Globo Filmes, retrata a história da imigração italiana no Brasil e a evolução do vinho brasileiro. A produção pode ser assistida na Netflix, na Globo Play, pelo site ou youtube.

Outra sugestão é brindar a data com o vinho brasileiro e uma seleção de músicas preferidas. Mas a criatividade não tem limite. Uma degustação romântica pode acontecer com os olhos vendados, numa experiência que pode despertar muitos sentidos a exemplo do que ocorre nas vinícolas. Enfim, para acompanhar a campanha basta seguir as redes sociais do Dia do Vinho Brasileiro e do SEGH, além dos atrativos turísticos parceiros da proposta.

Um pouco da história

O evento Dia do Vinho é resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003.

O Dia do Vinho Brasileiro, que nasceu na Serra Gaúcha, de lá para cá, ganhou a adesão de diversas regiões produtoras, avançando pelo Brasil. Com a pandemia, o projeto aconteceu minimamente no ano passado, mas agora em 2021 busca uma retomada se reinventando.

A entidade sugere ainda comprar um vinho brasileiro, seja no varejo das vinícolas, nos restaurantes, lojas ou através do e-commerce, programar a experiência, e degustar o seu vinho assistindo ao filme ‘Legado Italiano’, com direção e roteiro da jornalista Márcia Monteiro. Uma obra com cenas no Brasil e na Itália, o documentário retrata a história da imigração italiana no Brasil e a evolução do vinho brasileiro.

 

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário