Café da Banca! Experiências para todos os sentidos…

Café da Banca! Experiências para todos os sentidos…

Final de semana pede uma passagem no Café da banca. Fora do tradicional roteiro turístico encontramos este “paradouro” que foi planejado para atender vários perfis de clientes e suas necessidades ao longo do dia, começando pelo café da manhã, depois os pratos quentes, serviço que se estende por toda a tarde, entrando a noite, até o horário de fechamento. “O espaço foi pensado para atender os mais variados públicos. É na simplicidade que as pessoas se sentem bem. É isso que procuramos recriar aqui”, resume Cláudio Fioreze, um dos donos.

O Café da Banca é uma mistura de cafeteria, restaurante e delicatessen, com um ambiente interno acolhedor e quentinho e um deque externo perfeito para passar o tempo em dias de sol.

Geralmente quando estou por lá, me perco provando uma profusão de queijos importados, frutas secas, copas e presunto cru da melhor qualidade. Você pode comprar e degustar ali mesmo ou ainda, preparar algo ainda mais elaborado em sua casa.
Quer um puro Malbec, tem ali! Quer levar pra casa um Jack Daniels ou um Jaggermeister também tem. Ou seja, uma delicatessen completa para você convidar seus amigos e lá mesmo compartilhar das comidinhas e bebidas, ou ainda pra preparar um jantar em sua casa ou apartamento.

Para comer, além dos pratos de almoço e jantar, lanches com café e chá e uma loja cheia de gostosuras para levar para o hotel, para o apartamento ou pra casa. No local, é possível encontrar um mix de produtos que ultrapassa os 3 mil itens. São linhas completas em laticínios, queijos, embutidos, cervejas especiais, produtos coloniais, especiarias, vinhos, temperos e um universo de possibilidades para compor os mais variados pratos.

E dentro de todas essas opções eles oferecem os pães da Casa Francesa que são produzidos em Canela e já falei aqui anteriormente.

Agora se você acordar no sábado ou domingo sem vontade de preparar nada, leve a família e amigos pra lá. Se tiver sol, peça uma mesa no deque e aproveite o dia. O lugar é um daqueles que parece que tem relógio próprio, em velocidade mais lenta que o habitual, onde o tempo passa mais suave como a vida deve ser.

Onde: Rua Emílio Leobet, 1.660, esquina com Rua Venerável, 581, no Bairro Avenida Central, Gramado
Aberto diariamente, das 9 às 23 horas

Deixe um comentário